Links da Semana #73

17.07| Links da Semana

Links da Semana #73

A cada semana, você encontrará recomendações de matérias importantes, que vão te deixar ainda mais informada sobre o universo do seu filho. Confira os cinco melhores links desta semana.

Regras para viagens de crianças e adolescentes

14.07| Infância

Regras para viagens de crianças e adolescentes

Período de férias de inverno começou e muitos pais planejam sair da cidade com os pequenos, mas você conhece as regras para viagens de crianças e adolescentes?

Confira as diferentes regras para cada caso:

Não precisa de autorização judicial

Para viagens nacionais, qualquer criança menor de 12 anos que estejam desacompanhadas dos pais ou responsáveis é necessária a autorização de viagem por escrito, porém é dispensável quando a criança estiver acompanhada por irmãos, avós e tios maiores de idade com o parentesco comprovado por certidão de nascimento.

Acompanhados de ambos os pais, adolescentes entre 12 e 18 anos incompletos não precisam de autorização do juiz para viagens internacionais.

Caso um dos pais não esteja presente, é necessário uma autorização escrita, com firma reconhecida e dispensa a autorização do juiz.

Quando o adolescente viaja sozinho também é necessário autorizações expressas de forma escrita e com firma reconhecida de ambos os pais e neste caso também dispensa a autorização judicial.

Em caso de falecimento de um dos pais ou se a criança não for registrada como filho (não constar o nome na certidão de nascimento ou RG), é necessário estar acompanhado por um dos genitores e se caso for falecido é necessária a apresentação da certidão de óbito original ou cópia autenticada.

Precisa de autorização judicial

Para viajar desacompanhadas, crianças de 2 a 11 anos precisam de autorização da Vara da Infância e da Juventude.

Nos casos em que os pais não concordem ou se neguem a autorizar a viagem da criança ou do adolescente, será necessário a autorização judicial.

Se caso um dos pais estiver desaparecido, será necessário autorização judicial também.

————————————————————

Se você ainda ficou na dúvida acesse o site do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, lá é possível verificar as regras na íntegra e conferir os formulários de autorização para viagem nacional ou internacional.

Links da Semana #72

10.07| Links da Semana

Links da Semana #72

A cada semana, você encontrará recomendações de matérias importantes, que vão te deixar ainda mais informada sobre o universo do seu filho. Confira os cinco melhores links desta semana.

Dengucho na Moda: Enxoval de bebê para Inverno

07.07| Dengucho na Moda

Gestantes, muita atenção! Não deixem para última hora a organização do quartinho, da bolsa maternidade e dos primeiros looks do seu bebê, ainda mais se ele nascer nos meses frios de inverno. Confira as opções das Lojas Denguinho para enxoval de bebê:

Dengucho na Moda: Enxoval de bebê para Inverno

Você encontra muitas outras opções para o enxoval de bebê nas Lojas Denguinho, nos seguintes endereços:
– Loja Denguinho Pinheirinho: Av. Winston Churchill, 2346. Tel: (41) 3246-2203
– Loja Denguinho Sítio Cercado: Rua Izaac Ferreira da Cruz, 2875. Tel: (41) 3349-3547

Links da Semana #71

03.07| Links da Semana

Links da Semana #71

A cada semana, você encontrará recomendações de matérias importantes, que vão te deixar ainda mais informada sobre o universo do seu filho. Confira os cinco melhores links desta semana.

Aulas extracurriculares: qual é o limite?

30.06| Infância

Aulas extracurriculares: qual é o limite?

Muitas atividades extracurriculares podem ser prejudiciais para as crianças. Entenda:

As atividades extracurriculares são muito importantes para o desenvolvimento das crianças fora do período escolar. Elas ajudam a melhorar responsabilidades com horários, a fortalecer a saúde com a prática de exercícios físicos ou a se desenvolverem melhor com tarefas escolares.

Atividades mais recomendadas:

  • Esportes: Ajudam no desenvolvimento corporal, disciplinar, emocional e controle do peso.
  • Música: Auxiliam na percepção rítmica proporcionando o aumento da concentração em outras atividades e na escola.
  • Dança: Promovem o equilíbrio da postura corporal e também auxiliam no controle do peso.
  • Línguas: Importante para a formação da criança, ajudando seu desempenho escolar.

O que muitos pais não sabem é que há um limite entre ajudar a desenvolver a criança e prejudicar sua saúde.

Quando a criança se esforça demais em atividades, ela acaba não descansando o suficiente durante a noite e assim sua saúde é comprometida. É possível perceber quando esse excesso está acontecendo se a criança apresentar sintomas como dores de cabeça, enjoos e cansaço extremo.

Explique para seu pequeno a importância de fazer atividades extracurriculares, porém faça-o escolher apenas atividades que ele consiga manter uma disciplina com horários e que não se sinta cansado ao final do dia. É importante também ter tempo para os deveres de casa e para brincar e socializar com os amiguinhos.

Se você ainda tiver dúvidas sobre quais atividades são melhores para seu filho ou sobre a frequência destas atividades consulte um pediatra, ele te ajudará a tomar a melhor decisão possível para não sobrecarregar seu pequeno e para que ele se mantenha sempre saudável.

Links da Semana #70

26.06| Links da Semana

Autumn-Girl_slider2

A cada semana, você encontrará recomendações de matérias importantes, que vão te deixar ainda mais informada sobre o universo do seu filho. Confira os cinco melhores links desta semana.

Animais de estimação, qual a hora de ter um?

23.06| Infância

Animais de estimação, qual a hora de ter um?

Estudos demonstram que a convivência de crianças com animais traz bem-estar, tranquilidade, ajuda a melhorar o sistema imunológico, melhora a socialização, entre outros benefícios. Porém, para ter um bichinho de estimação em casa é necessário muita responsabilidade e cuidado.

É preciso levar em consideração algumas questões, como os horários da família (viagens, trabalho, escola, etc), se a criança já é madura o suficiente para ajudar a cuidar do animal e não maltratá-lo, os custos com ração e veterinário, entre muitos outros fatores.

A escolha por ter um animal de estimação não é algo temporário e a criança precisa estar ciente disso. Cachorros e gatos vivem em torno de 13 a 18 anos, dependendo da raça. Vale frisar que o bichinho não é um brinquedo que pode ser descartado caso a criança não queira mais brincar.

Antes de escolher o animal, é importante pesquisar bem as raças, fazer a criança participar do processo de escolha, sempre lembrando das responsabilidades dela. E assim, ficará mais fácil decidir se já é hora de ter um animal de estimação ou não.

Estima-se que a idade ideal para uma criança ter um animal de estimação é depois dos 4 anos de idade, com essa idade a criança já entende que o animalzinho faz parte da família, já tem maturidade motora para cuidar dele e entende melhor as regras.

E para ajudar os pais na escolha, confira algumas raças de cães mais indicadas para crianças:

Beagle: Bastante ativo, adora passeios, exercícios e brincadeiras, é um cão muito dócil e sociável. Porte: pequeno.

Golden Retriever: É um cão inteligente, bastante ativo, com temperamento equilibrado. Super sociável com crianças e adora brincadeiras. Porte: médio-grande.

Labrador: Parente próximo do Golden Retriever, o Labrador também é muito equilibrado e sociável. É um cão muito protetor e adora crianças. Porte: médio-grande.

Buldogue Inglês: Um companheirinho super tranquilo, é sociável com crianças e protetor da família. Porte: pequeno.

Adoção: Existem muitos abrigos para cães e gatos para adoção na cidade. Os pais podem levar os pequenos para ajudar a escolher um amiguinho e aproveitar a oportunidade para passar princípios de solidariedade e respeito aos animais.

Existem inúmeras raças de cães que são tranquilos e sociáveis com as crianças, assim como aqueles sem raça definida que também podem ser boas companhias. Vale lembrar que outros animais, como algumas raças de gatos, também são muito amigáveis, basta pesquisar e encontrar o animal ideal para sua família.

Para a segurança de todos sempre consulte um veterinário e verifique a necessidade de adestramento do animal.

Links da Semana #69

19.06| Links da Semana

Links da Semana #69

A cada semana, você encontrará recomendações de matérias importantes, que vão te deixar ainda mais informada sobre o universo do seu filho. Confira os cinco melhores links desta semana.

 

 

 

Tipo de parto – Cesária

16.06| Gestação

Tipo de parto - Cesária

Apesar do parto normal ser a melhor opção para as gestantes, há casos que a cesariana é indispensável. A mãe e o bebê podem ter algum problema de saúde e nesses casos o mais indicado pelos médicos é fazer o parto cesariana, pois ele pode salvar vidas.

Ainda que seja mais indicado em casos específicos, há mulheres que optam por esse tipo de parto por não haver dor e por ter a opção de escolher o dia e a hora em que o bebê vai nascer. O mais aconselhado é que a gestante procure seu médico e converse para saber qual o tipo de parto mais adequado.

Caso a cesária seja indicada e embora seja uma cirurgia de grande porte o procedimento é bem simples. Para iniciar é dada anestesia na coluna vertebral, depois é colocado o cateter para facilitar a administração de medicamentos e também uma sonda para a urina.

Mas como toda cirurgia envolve muitas dúvidas e para esclarecer algumas delas, separamos as mais frequentes:

A mãe não dorme durante o parto – A anestesia utilizada no parto é só do peito para baixo e a mulher não dorme durante a cesária. A mãe fica acordada o tempo todo e consciente, assim ela poderá ver seu bebê pela primeira vez logo após a cirurgia. Mas não se preocupe, durante todo o procedimento não haverá dor.

A sonda – É colocada logo após a anestesia, então a mulher não sentirá dor. Ela é necessária para esvaziar a bexiga durante o período em que a mamãe ficará deitada após a cirurgia.

Enjoo – Os analgésicos, a anestesia e o próprio bebê que comprimi o abdome da mãe podem causar enjoos, é normal. Mas caso sinta um mal estar muito grande, avise seu médico para que ele administre remédios que cessem as náuseas.

Após a cirurgia é preciso tomar cuidado com movimentos bruscos, mas você poderá fazer caminhadas e atividades leves em casa. Lembre-se sempre que você acabou de passar por uma cirurgia, então não poderá abaixar e pegar peso.

Se você está pensando em fazer cesária fale com seu médico e esclareça todas as suas dúvidas, ele é a pessoa mais indicada para isso.

Página 20 de 34« Primeira...10...1819202122...30...Última »