As fases da gestação

23.06| Gestação

As fases da gestação

A gestação é um período único na vida de cada mulher. É criada uma expectativa emocional pela chegada do bebê, que ainda nem nasceu e já é amado e desejado pelos pais. Esse período envolve a transformação do corpo, oscilações hormonais e até mesmo alterações no apetite. Mesmo em momentos difíceis, a felicidade de estar carregando uma vida dentro de si é um presente de valor imensurável, sendo constante a determinação e paciência da gestante.

No período da gestação, existem algumas fases comuns para todas as mamães. A saúde da gestante e do bebê deve estar sob cuidados médicos e por meio de um estilo de vida saudável.

– 1º Mês – No primeiro mês, o corpo da gestante começa a demostrar sinais de que a mulher está grávida. A confirmação é feita através de um exame de sangue e urina, mostrando a presença do hormônio HCG nos testes realizados. Esse hormônio gera uma transformação no corpo feminino, como o aumento dos seios, vontade de urinar com frequência, náuseas e fadiga. O bebê já está ali, mas em forma de embrião. O pulmão e o coração começam a se formar, assim como o restante dos órgãos. Uma nova vida está por vir!

– 2º Mês – Nessa etapa, os seios ainda estão sensíveis, e as náuseas tendem a continuar. Os órgãos começam a se desenvolver, e as orelhas, pálpebras e até mesmo dedos das mãos são formados. Um acompanhamento médico é totalmente necessário para que o bebê possa crescer saudável. Em relação à alimentação, é importante que a gestante coma uma variedade de alimentos, desde cereais, frutas até carnes. A água deve estar sempre por perto, sendo necessário pelo menos de 5 a 8 copos por dia.

– 3º Mês – A introdução de vitaminas na alimentação da gestante é totalmente indicada, para que o bebê esteja sempre bem nutrido. O exercício físico deve ser leve, como caminhadas e alongamentos. É no final do terceiro mês que as náuseas tendem a terminar, um grande alívio para as futuras mamães.

– 4º Mês – A partir do quarto mês, o bebê já consegue se mover. Esse é o mês em que os famosos chutes começam, uma alegria enorme para a gestante. Com o desaparecimento das náuseas, o apetite da futura mamãe logo volta a aparecer e, junto com ele, a energia. A barriga começa a aumentar à medida que o bebê vai crescendo. Uma boa dica é providenciar roupas leves e confortáveis.

– 5º Mês – Nesse período, o bebê já está totalmente agitado, dando voltas e voltas pela barriga da gestante. Começam a nascer as unhas. A partir desse mês, é necessário um descanso maior, pois além da gestante ganhar peso, o bebê terá sono irregular, agitando também a própria mãe. Continue se alimentando de forma saudável e bebendo muita água.

– 6º Mês – Os olhos do bebê já começam a abrir. Até o final do mês, o bebê medirá cerca de 30 cm. Devido ao rápido crescimento, é comum sentir dores nas costas. Por isso, não permaneça muito tempo em pé e use sempre sapatos baixos. Não tome nenhum medicamento para dor sem antes perguntar ao médico.

– 7º Mês – É comum o inchaço nos pés e tornozelos. Por isso, lembre-se de deitar com os pés para cima para melhorar a circulação. Nesse mês, o bebê já consegue chupar o dedo e até mesmo chorar. O som já começa a chamar a atenção dele. Procure descansar bastante, pois seu corpo já está começando a trabalhar com mais intensidade.

– 8º Mês – A um mês do parto, o cérebro do bebê continua a crescer. É possível notar o cotovelo ou até mesmo o calcanhar do bebê. É a partir desse mês que as contrações podem aparecer, e o leite começa a ser produzido dentro da gestante. Dormir e respirar acabam sendo mais difícil, já que o bebê está com aproximadamente 45 cm.

– 9º Mês – O desenvolvimento do bebê chegou ao fim e ele mede em torno de 50 cm. Comece a contar o tempo entre cada contração. Se as contrações se tornarem regulares, com intervalos iguais, e a dor começar a aumentar, é hora de ligar para o médico e ir ao hospital ou à maternidade. Em pouco tempo, essa longa espera terminará e chegará a hora de conhecer seu bebê!

Ser mãe é um privilégio! Aproveite todas as fases com intensidade!

 

Você já conhece nosso site?

Acesse www.denguinho.com.br!

Links da Semana #19

20.06| Links da Semana

Links da Semana

A cada semana, você encontrará recomendações de matérias importantes, que vão te deixar ainda mais informada sobre o universo do seu filho. Confira os cinco melhores links desta semana!

 

Você já conhece nosso site?

Acesse www.denguinho.com.br!

Como estimular a criatividade das crianças

18.06| Infância

Como estimular a criatividade das crianças

Uma das melhores habilidades que uma criança pode desenvolver é a criatividade. Além de ajudar a ampliar os horizontes, ela prepara para que os pequenos consigam lidar melhor com as situações do dia a dia e pensar em alternativas para os pequenos obstáculos da vida. Os pais podem ajudar a estimular a criatividade das crianças seguindo as dicas abaixo:

– Proporcione ambientes ricos em estímulo para a brincadeira exploratória e criativa, com brinquedos variados em um cantinho reservado para os momentos de lazer. Escolha um local em que ele se sinta livre para criar e se divertir.

– Fuja da rotina de vez em quando. Reserve um tempo para fazer programas e experimentar coisas diferentes: um prato novo no restaurante, um lugar diferente para passear ou a roupa para sair no final de semana.

– O contato com a natureza é importante. Deixe seu filho andar descalço na terra ou na grama, por exemplo. Descobrir novas sensações faz parte do processo.

– O convívio com outras crianças ajuda a estimular a criatividade ao permitir a variedade de ideias, que podem ser combinadas. Estabeleça alguns horários e chame os amiguinhos do seu filho para que eles possam brincar.

– Incentive o lado artístico da criança com atividades que envolvam materiais como papel, lápis de cor, giz de cera, canetinhas, régua, tesoura sem ponta e cola. Lembre-se que se sujar faz parte do momento.

– Estimule a imaginação, criando um mundo de fantasias e misturando personagens reais e fictícios. Elabore situações de conflito, ofereça duas opções de continuação para a história e peça para que ele escolha uma.

– A leitura é uma das principais fontes de estímulo à criatividade, pois apresenta diversas aventuras e possibilidades sem precisar sair de casa. Ofereça material de leitura adequada à faixa etária deles e deixe esses livros em lugares fáceis de encontrar. Uma forma de provocar o interesse é ler para ou com a criança, fazendo com que ela também interaja com a história.

– Como a TV oferece entretenimento pronto, sem que haja muito espaço para a imaginação ou a interatividade, é necessário limitar o tempo que seu filho passa em frente a ela.

– Deixe algumas decisões para a criança fazer. Dê a ela duas ou mais alternativas, explique os detalhes e resultados de cada uma das opções e permita que ela escolha a melhor.

 

 

Você já conhece nosso site?

Acesse www.denguinho.com.br!

Links da Semana #18

13.06| Links da Semana

Links da Semana

A cada semana, você encontrará recomendações de matérias importantes, que vão te deixar ainda mais informada sobre o universo do seu filho. Confira os cinco melhores links desta semana!

 

Você já conhece nosso site?

Acesse www.denguinho.com.br!

11 passos para planejar um chá de bebê inesquecível!

10.06| Gestação

11 passos para planejar um chá de bebê inesquecível!

Quando o nascimento do filho está por vir, nada melhor do que dividir com os amigos e familiares a chegada do seu denguinho. Por isso, o chá de bebê é importante para celebrar o momento com pessoas amadas e contar a elas alguns detalhes da gestação, como o sexo do bebê e os possíveis nomes para a criança.

Elaboramos uma lista com as principais tarefas e ideias para o seu chá de bebê:

1) Escolha seu estilo: Tenha em mente o seu estilo na hora de definir que tipo de chá de bebê se encaixa melhor para você. Existem aqueles para mulheres modernas, tradicionais, práticas, econômicas e até mesmo para aquelas que estão por dentro das principais tendências do momento.

2) Defina um tipo de chá: Existem diversos tipos de eventos para chá de bebê. É possível fazer um chá da tarde, com arranjos de flores, salgadinhos e bolos de sobremesa. Uma outra opção é o Brunch, que acontece, geralmente, das dez horas da manhã até o período da tarde, e tem como menu itens de café-da-manhã, como pães, bolos e sucos, e itens de almoço, como tortas salgadas e até mesmo saladas. Atualmente, existe uma tendência em que a maioria dos convidados leva um prato de doce ou salgado, ajudando, assim, nos custos da família.

3) Defina uma data e o local: O mais recomendado para realizar o chá de bebê é durante o sétimo mês da gestação, momento em que enjoos e inchaços não são tão intensos quanto nos primeiros meses de gravidez. Finais de semana são sempre uma boa pedida, pois neles é maior a chance de contar com a presença da maioria dos convidados que trabalham durante a semana. Após a escolha da data, lembre-se de reservar o local com pelo menos um mês de antecedência.

4) Decida a lista de convidados: Essa é a hora que você decide quem irá convidar. Será um chá só para mulheres? Terá a presença de homens? Decidido isso, a lista ficará melhor direcionada e será possível planejar os custos do evento. Não esqueça de avisar no mínimo duas semanas antes, para que cada convidado possa se programar.

5) Elabore a lista de presentes: Confira os principais itens que o bebê já possui e o que ele irá precisar no futuro. Os presentes favoritos para a maioria das mamães são: fraldas, chupetas, talco, babadores, roupas e sapatinhos.

6) Hora de planejar a decoração: Essa é uma das partes que a maioria das mamães gostam. É a partir do tema escolhido que você consegue pensar na decoração em si. A organização parece ser simples, mas é preciso prestar atenção em muitos detalhes. Um deles é sempre remeter ao mundo dos bebês, usando patinhos, carrinhos, cegonhas e mamadeiras. As cores escolhidas deverão seguir o gosto de cada grávida. Uma ideia é escolher tons pastéis como base e adicionar cor nos detalhes, deixando a festa alegre e colorida.

7) Convites: Os convites fazem parte do planejamento final do chá de bebê. Eles podem ser feitos em papel especial, tradicional, por telefone, e-mail ou até pelas redes sociais. O próprio evento criado no Facebook é uma ótima forma de convidar os amigos, possibilitando à gestante saber com antecedência quem irá comparecer à festa.

8) Brincadeiras: As brincadeiras sempre estão presentes em eventos como esse. Um momento de descontração e diversão para a mamãe e para o resto dos convidados. Uma das principais brincadeiras é fazer a grávida adivinhar o que contém em cada pacote de presente.

9) O que servir: Nada de pratos difíceis, simplifique com aperitivos e docinhos.

10) Equipe: É necessário verificar o orçamento antes de escolher quem fará parte da equipe que vai ajudar no evento. Será preciso contratar um serviço de buffet? A decoração fica por conta de quem? Fotógrafo: contratar ou não? A escolha dos profissionais é importante para as gestantes que querem garantir um bom trabalho e menos preocupação antes e na hora do chá.

11) Defina as lembrancinhas: A lembrancinha do Chá de Bebê é uma forma de agradecer aos seus convidados por terem participado. Algumas das principais ideias para esse presente são: Potinhos recheados de balinhas de goma, grampos de roupa ou canetinhas personalizadas, sapatinhos de EVA ou de plástico, velas, caixinhas com macarrons ou pão de mel, e o famoso brigadeiro em potinho.

A Denguinho possui um serviço completo para realizar listas de presentes personalizadas para o seu chá de bebê. Fazendo sua lista com a gente você tem vantagens como:

– Uma linda pastinha de documentos para o seu denguinho
– Convitinhos para a festa
– 1 vale-presente no valor de 10% da lista* (válido para o valor da compra efetuada).

Um bom planejamento trará como resultado um chá de bebê inesquecível, tanto para os convidados, quanto para a mamãe!

Você já conhece nosso site?

Acesse www.denguinho.com.br!

Links da Semana #17

06.06| Links da Semana

Links da Semana

A cada semana, você encontrará recomendações de matérias importantes, que vão te deixar ainda mais informada sobre o universo do seu filho. Confira os cinco melhores links desta semana!

 

Você já conhece nosso site?

Acesse www.denguinho.com.br!

Dengucho na Moda: Use e abuse do Animal Print

02.06| Dengucho na Moda

O Animal Print está com tudo nesse outono/inverno! Junto com outra tendência, o Animal Face, eles vão fazer a cabeça dos pequenos com peças divertidas e super confortáveis para deixar os dias de frio com mais cor e estilo. Uma boa ideia é combinar com outras peças quentinhas, como casacos, botas e meias-calças.

E se você ainda não sabe a diferença entre Animal Print e Animal Face, nós explicamos:

– Animal Print é a famosa estampa que lembra a pele de bichos, como onça e tigre, e pode ser encontrada em blusas, saias, calças, vestidos e acessórios.

– Já o Animal Face traz o rosto de um animal estampado em blusas e vestidos, e essa mania promete conquistar de vez as crianças.

Dengucho na Moda

 

Você já conhece nosso site?

Acesse www.denguinho.com.br!

Links da Semana #16

30.05| Links da Semana

Links da Semana

A cada semana, você encontrará recomendações de matérias importantes, que vão te deixar ainda mais informada sobre o universo do seu filho. Confira os cinco melhores links desta semana!

 

Você já conhece nosso site?

Acesse www.denguinho.com.br!

Vestidos de Papel

26.05| Infância

Vestidos feitos de papel: essa foi a grande e divertida ideia que Angie Keiser e a filha de 4 anos de idade, apelidada de Mayhem, tiveram para fugir da rotina. Há um ano, a mãe percebeu que a filha tinha um interesse em moda fora do comum para a pouca idade da criança. Ao ver que ela criava pequenos acessórios com o material, sugeriu que começassem a fazer vestidos elaborados com papel.

Vestidos de Papel

A maioria dos modelos são criados a partir de um simples corte e junção de papéis. Grande parte da inspiração vem de livros que a menina lê e filmes que ela assiste, ou também de visitas a aquários e museus.

Vestidos de Papel

Para elaborar as peças, elas utilizam folhas de papel colorido, lenços de papel, embalagens de presentes, fitas adesivas e/ou cola. Algumas vezes, elas também utilizam outros materiais como lenços de seda, toalhas de mesa antigas, bandagem elástica, tule, papel alumínio. De acordo com Angie, elas gastam quase nada, utilizando na maioria das vezes o que encontram em casa.

Vestidos de Papel

A atividade leva, em média, de 30 minutos a 1 hora, e Mayhem ajuda mais do que as pessoas pensam. A menina gosta de usar a roupa de papel por cerca de 10 minutos e, após o uso, ela e a mãe tiram as fitas adesivas com cuidado e tentam salvar o que podem para utilizar o material novamente, enquanto é possível. Recentemente, elas decidiram colar alguns modelos nas paredes do quarto, montando uma pequena galeria do trabalho delas.

Vestidos de Papel

Angie diz que faz os vestidos com o objetivo de passar um tempo com a filha e vê-la crescendo e aprendendo coisas novas todos os dias. Você pode seguir o exemplo dela! Que tal preparar uma atividade que estimule a criatividade dos seus filhos?

Vestidos de Papel

Veja mais fotos e histórias de Angie e Mayhem no blog e no Instagram delas!

 

Você já conhece nosso site?

Acesse www.denguinho.com.br!

Links da Semana #15

23.05| Links da Semana

Blog do Dengucho

A cada semana, você encontrará recomendações de matérias importantes, que vão te deixar ainda mais informada sobre o universo do seu filho. Confira os cinco melhores links desta semana!

 

Você já conhece nosso site?

Acesse www.denguinho.com.br!

Página 34 de 37« Primeira...1020...3233343536...Última »