99c46eeb2acbfc90c3bf335b9c520978

Seria maravilhoso se os bebês viessem “de fábrica” com um manual de instruções não é mesmo? Na verdade, se tratando de filhos o aprendizado é na prática, mas com troca de experiências tudo fica mais fácil. Um assunto que preocupa muitos pais é a famosa fase que os pequenos começam as birras. Chamada de crise dos 2 anos de idade, ou Terrible Twos (Terríveis dois), essa é a época que os pequerruchos começam a se sentir únicos.

Quando isso começa?

Apesar de ter o nome de crise dos 2 anos de idade, ela pode ir dos 18 meses até os 4 anos. É importante perceber que cada criança é única, por isso, a intensidade e duração não são vias de regras. Mas toda criança passará por esse estágio, visto que faz parte do desenvolvimento dela.

De repente o pequeno ser humano, que até então era totalmente dependente dos adultos começa a descobrir o mundo. Ele desenvolve a fala, aprende a andar e começa a tomar consciência de suas próprias vontades. “Eu não gosto disso”, “eu não quero fazer isso”, “eu quero isso agora”, são frases que exercem um grande poder.

Motivo das birras

Apesar do desejo de individualidade os pequenos ainda não possuem maturidade para exprimir seus desejos. Então o que eles fazem? Gritam, choram, esperneiam, fazem birra, gritam mais alto, etc. Como resultado, os pais não sabem o que fazer para parar a crise e normalmente cedem a pressão.

Acontece que os pequeninos ao passar pela crise dos 2 anos de idade sabem bem o poder de uma birra. Estudos indicam até que eles são capazes de modificar a frequência do som dos berros para “irritar” os papais. Isso tudo, é claro, é um processo inconsciente. A criança apenas está descobrindo sua personalidade, por isso é importante a dedicação dos pais.

Como lidar com a crise dos 2 anos de idade

O indicado é que os pais tenham muita paciência com os filhos durante a crise dos 2 anos de idade. Pode ser fácil falar isso agora, o difícil mesmo é manter a calma quando o pequeno está gritando, a plenos pulmões, no meio de um mercado lotado.

Procure dedicar tempo exclusivo ao seu filho, assim como escutar o que ele tem a dizer. Com aproximadamente 3 anos de idade ele já está em condições de aceitar negociações, por isso, explique as coisas.

Dicas para lidar com as birras

Durante uma crise, tente desviar o foco da criança com outra coisa, nada de gritar mais alto ou de ameaçar bater. Se você combinar um castigo, seja firme e cumpra, a criança precisa entender que as ações geram consequências

A importância da dedicação

É importante você ter em mente que o adulto que seu filho irá se tornar é consequência direta da crise dos 2 anos de idade. Saber limites, superar frustrações, entender individualidades, são exemplos de valores sendo desenvolvidos.

Então papais, muita calma, meditação e suco de maracujá, isso é uma fase e serão episódios pontuais!